26.10.13

Pães de cenoura

Dois kg de farinha de boa qualidade;
Uma colher (sopa) rasa de sal, e seis colheres de açúcar;
Setenta gramas de fermento de padaria ou similar (biológico). Se estiver muito calor, 50 gramas de fermento é suficiente;
Cerca de quatro cenouras médias (meio quilo) batidas no liquidificador com água; 
Três ovos e um copo americano pequeno de óleo;
Dois copos de leite; água para amassar.

É tudo de cabeça, viu? Mas deixe mais farinha de reserva: pão é alimento ancestral, não requer receita escrita...
Numa bacia grande, acrescente o leite, misture todos os ingredientes, juntando água aos poucos, até o ponto de massa de pão. Sove por 10 minutos.
Tampe com uma toalha dobrada (se tiver frio, jogue um cobertor sobre) e deixe crescer até dobrar de tamanho (uma ou duas horas, varia com a temperatura do dia).
Enrole de diversas formas e tamanhos, recheie uma parte e deixe dobrar novamente de tamanho.
Asse em forno forte, já quente, até dourar.
Cubra tudo com a toalha de mesa e cobertor sobre, para a casca ficar macia. Hummmm!!!!
Congele parte da safra após esfriar e também presenteie, surpreenda seus convíveres!

A massa fica amarelinha, devido às cenouras (e saudável)! 

Se rechear com carne moída, use músculo moído na hora (mais barato e sem gordura), tempere e deixe cru, vai assar simultaneamente ao pão.






A massa crescendo.

Enrola, e novamente a crescer.
O "Fiotão" trabalha numa fábrica de pequenos aviões, no aeroporto (na roça); faço lanche com pão caseiro porque aquele de padaria murcha rápido e não sustenta um moço faminto. Esta forma com 10, dará para duas semanas de lanche matinal, após congelamento.

6 comentários:

  1. Adoro esses pães e essa receita tá tri boa! beijos,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
  2. Oi, Chiquinha!
    Fazer pães me remonta à vida rural, ao forno à lenha no terreiro, ardendo todo sábado à tarde... o perfume pela casa toda induz acolhimento.

    Excelente domingo!

    ResponderExcluir
  3. Que delícia, sempre fico babando quando leio estes seus posts de quitutes!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite, Pragmática!

    Numa casa do interior, deve ter pães caseiros de vez em quando. E são bem mais práticos que ir toda manhã à padaria.
    Mas olha, forno à lenha no meio do terreiro, com tanta trabalheira, nem no sítio!

    Beijin procê.

    ResponderExcluir
  5. Deve ficar muito bom.
    Adoro estas fornadas.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Toninho!
    Fornadas de pães e quitutes têm tudo a ver com sua terra, heim? Pena que eu não levo muito jeito para aquelas quitandas mineiras que só existem por lá.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.