20.7.12

Inverno

Não estamos acostumados a baixas temperaturas...os dias por cá estão lindos, de céu nu, todavia ontem deve ter sido o mais gelado em quase dois anos (esqueci de olhar a temperatura no "Climatempo")!
Geralmente nesta época, as temperaturas oscilam dentre 5 e 25 graus num mesmo dia, com pico mínimo na madrugada, e máximo por volta das 15 h.
No final de tarde fica complicado: o chuveiro parece não esquentar, escurece 17 h 40, e dá aquele "corpo ruim". Nem consegui ficar no computador. É raro ligar a TV, pois cochilo rapidinho...
Imagino os países onde neva e os dias são minúsculos no inverno, realmente deprime e causa "leseira" em muita gente. Como é importante não ceder e arrumar compromisso! Faz toda a diferença.
Uma simples caminhada (ou pedalada) noturna aquece o corpo, distrai a mente e gera endorfinas, causando disposição e bem estar.
Se tenho compromisso à noite, fico elétrica, limpo a cozinha, animo-me até a hora de sair... se só vou ficar em casa, ai que moleza! Ajeito a louça rapidinho, e o que há na geladeira vai ao micro, sem chance de cozinhar algo a mais!
Domingo fomos à "festa do biscoito" em Pocinhos do Rio Verde, um bucólico distrito hidromineral de Caldas - MG. Acontece todo ano, em julho - recomendo.
Comi biscoito frito, ravioli caseiro com recheio de queijo minas (divino), broinha de fubá, ambrosia, tomei chá de alfavaca. 
Minas é o máximo! Só que na madrugada a gastrite atacou, devido à fermentação excessiva no estômago... consequência.

Em julho / agosto, devido ao recesso escolar,  há inúmeras festas nas redondezas: da batata, do vinho, do peão, do folclore, feiras de malharia, festivais de música erudita...
Esqueci a máquina fotográfica, então cacei as fotos no google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.