26.3.13

Caminhando

Imagem: http://criaturasbr.blogspot.com.br/2013/01/mitos-da-lua-cheia.html
Após o expediente, subi à casa, fiz uma sopa com legumes que cozi; lentilhas liquidificadas e coxas de frango que estavam prontos e descongelando desde o almoço, e apenas acrescentei.
Estamos numa atípica quinzena chuvosa e fresquinha. Atrapalha um pouco a construção de meu barracão ao outro lado da rua.
Enquanto esfriava a sopa, fiz a caminhada noturna costumeira. Adoro sair ao escurecer: vou captando a essência da cidade, estando meio invisível.
A elegante lua cheia estava despontando a leste, embrulhada num branco véu de nuvenzinhas esparsas, e sentia-se uma  finíssima (capilar) garoa intermitente.
Faço o mesmo itinerário nas noites de semana e observo diversos personagens: aquele velhinho acamado que se enxerga pela calçada, o pé de carambola perfumando o quarteirão, o pessoal nos bares e padaria.
Uma mulata bonita e novinha que está sempre à calçada, hoje discutia com um rapaz:
_ Não vou aceitar esta merreca, Rafael, não mesmo!
Ele respondia algo imperceptível, e ela replicava:
_ Agora é tudo no juiz, você nunca deu um pacote de fraldas ou um vidro de remédios para o menino!
Tudo dito em bom som, numa fala bem coloquial, entremeada com termos de baixo calão.
Ele respondia imperceptivelmente, e eu passando em meio à discussão.
Segui imaginando aquela mocinha, aquele garoto e o bebê eternamente ao meio dos dois. Será meu aluninho daqui a seis anos?
Ela tem ou terá uma fonte de renda? Ele tem os pais a respaldar esta futura pensão alimentícia? 
O cantinho em que ela mora é humilde e em área de enchente do Córrego do Bananal. Possivelmente ele vive nas adjacências...
Nunca mais passarei por lá indiferentemente, e no futuro provavelmente verei o tal bebê, fruto da peleja.

10 comentários:

  1. Olá Cristina, tudo bem?
    Nossa e como vejo esta cena aqui na ilha, não é nada fácil para quem esta na situação. O homem ajuda a fazer, porem não percebe o quão é responsável por esta vida, sinto pela criança, sinto pela situação dos dois.
    Amiga agradecendo pelo carinho da visita e peço desculpas pela demora em vir aqui.
    Uma bela quarta feira. Beijinhos estrelados do Pará.

    ResponderExcluir
  2. Tudo ótimo, Verinha, com sua visita!
    Sabe que minha caminhada se concentrou fortemente naquela "não família"?
    Um excelente restante de semana, e outros beijos paulistas.

    ResponderExcluir
  3. Linda inspiração nessa caminhada e tens razão, provavelmente verás esse menino dentre teus alunos...beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá, Chica!
    Estas criancinhas que chegam ao mundo sem nenhum planejamento, condições materiais ou emocionais... isso reflete negativamente em sala de aula, pois a organização é um conceito matemático iniciado em casa, no berço.
    Outros beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Cristina,
    infelizmente não é só no Brasil, por cá isso acontece muito, e os filhos no meio dessas não familias servem de armas de guerra entre os progenitores que não se entendem nem querem se entender, uma tristeza do mundo moderno.
    Um grande beijinho do Centro de Portugal!
    Marina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina!
      Esta questão da arma de guerra é terrível. Agora já temos lei contra tal atitude, contudo ainda persiste.
      Outros beijos.

      Excluir
  6. CRISTINA

    CÁ ESTOU...OBRIGADO PELA VISITA LINDAMENTE COMENTADA, DA QUAL VOU AQUI TAMBÉM COLOCAR A RESPOSTA, QUE LÁ DEIXEI, MAS PARA O CASO DE NÃO CHEGAR A LER!!!
    GOSTEI DO SEU TEXTO, SIMPLES, MAS BONITO DE LER, DE RESTO MUITAS VEZES NÃO SABENDO MUITAS VEZES DO QUE ESCREVER, BASTA COMEÇAR, COM UMA PALAVRA BEM SIMPLES, UMA IDEIA, E LÁ VEM UM BONITO TEXTO TODO A TRÁS!!!

    1 BEIJO LÍDIA

    CRISTINA MINHA AMIGA

    OBRIGADO PELA VISITA, PELA SUA ATENÇÃO!!!

    NA VERDADE A MINHA HISTÓRIA É IGUAL E COMUM A MUITOS OUTRAS...
    E PARA NÓS MULHERES LUTADORAS QUE QUEREMOS SEMPRE MAIS DE NÓS!!! NUNCA VAMOS PARAR DE QUERER SER MAIS, E CONSEGUIR MAIS!!!
    O MEU RIBATEJO É O ESPAÇO TERRITORIAL ONDE PERTENÇO E QUE GOSTO DE DIVULGAR, DEPOIS É DO QUE MELHOR SABEREI FALAR!!!
    É COMPOSTA ESTA PROVÍNCIA POR UMA LARGA ZONA DA BEIRA RIO TEJO QUE PERCORRE A PROVÍNCIA DE NORTE A SUL, A PARTE MAIS BAIXO PERTO DO RIO, É A PARTE DAS LEZÍRIAS, A PARTE NORTE OESTE É MAIS MONTANHOSA E DE CHARNECA MAS TAMBÉM COM AGRICULTURA!!!

    1 BEIJO E FELIZ PASCOA!!!

    LÍDIA

    http://dilailasilvex.blogspot.pt/2013/03/pascoa-alegre-e-feliz-para-todos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lídia!
      Já li e vi reportagens sobre o famoso Rio Tejo. No Brasil temos vários, o que corta o meu município se chama Jaguari-Mirim (local onde a onça bebe - ou algo assim).
      Òtima páscoa para você também,
      e outro beijo.

      Excluir
  7. Adorei fazer este passeio consigo, Cristina. Também gosto de caminhar pela manhã ou pelo fim da tarde, quando os sons e as imagens ganham formas mais impressivas.
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos!
      Se eu caminho com a luz do dia, é um chamatório de "Tia" para lá e para cá, devido aos alunos da escola onde trabalho.
      outro beijo.

      Excluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.