18.4.13

Patativa

Fonte da imagem: http://carvalhorobles.blogspot.com.br/
“De noite tu vives na tua palhoça,
de dia na roça de enxada na mão.
Julgando que Deus é um Pai vingativo,
não vês o motivo da tua pressão.


Tu és nesta vida um fiel penitente,
um pobre inocente no banco do réu.
Caboclo não guarde contigo essa crença,
a tua sentença não parte do Céu”

Patativa do  Assaré

 Quanta sapiência para alguém que estudou apenas quatro meses, em 1921, tendo um mestre leigo que pouco entendia das letras!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.