11.5.13

Fim de um longo ciclo

Fonte: http://www.dormiu.com.br/imagens/a-vovo-tirou-o-dia-para-fazer-faxina-16007/
Histórico: Gosto da faxina sempre às manhãs de sábado - meio período, pois estou aqui ao lado para qualquer dúvida que surja.
Então, em 2006, quando minha faxineira antiga arrumou emprego fixo, encontrei a Sandra, após um tempo sozinha.
Ela ficou apenas parte do segundo semestre... novamente eu estava "na mão". Consigo ficar de um a dois meses sem ajudante - depois não dou mais conta.
Os dois homens de casa não têm como me ajudar: O "Par" quase fica maluco tocando esta oficina, das 6 h às 18 h.  "Fiotão" trabalha fora e estuda à noite. Sem chance!
No início de 2007, a Néia (irmã de Sandra) me procurou, vinha da roça. Ficou comigo até início de 2010, quando arrumou num restaurante popular aqui no bairro (são todas minhas vizinhas).
A própria Néia treinou a filha da Sandra (Janaína) e sua própria filha (Luana) para a substituírem. Fiquei um ano com as duas mocinhas, quando optei apenas pela Luana.
Ela esteve até hoje comigo: arrumei-lhe emprego para cuidar de minha aluna (à época) como babá, no período da tarde, de segunda à sexta- feira.
Ela fazia o ensino médio de manhã. Tudo encaixadinho. Neste ano, ela passou a fazer um curso à noite e procurava emprego fixo.
Conseguiu numa lojinha aqui perto. Estou feliz (e já com saudades), pois é uma mocinha adorável. 
Ela canta no coral da igreja e as pessoas se emocionam a ponto de chorar, de  tão lindo.
Luana  tem um pouquinho de dificuldade em raciocínio lógico- matemático, assim como os irmãos. Todos estudaram na escola onde trabalho.
A mãe tem um filho moço, a Luana e mais duas garotas. A terceira menina (de 16 anos) passou a ocupar o cargo de babá.
A caçula, de 13 anos, irá cuidar da casa de manhã, pois estuda à tarde. E eu vou tentar com a senhora que trabalha aqui na vizinha ao lado.
Fui eu que arrumei a faxineira para a vizinha, esta senhora mora na rua de cima desde que me mudei para cá, em 1988.  
Este é o fim da saga destas quatro mulheres que muito me ajudaram, e que durou quase sete anos. Vida nova, apesar do aperto no coração!
A posteriori:  A Janaína, filha de Sandra, veio! Ficará com a vaga da prima. Afinal, tudo continua...Eba!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.