21.12.13

Verão

Não posso dizer pelo restante do Brasil, conquanto nesta região, temos sim dias com tardes quentíssimas, noites suarentas, porém é estação chuvosa, onde as pancadas de final de tarde refrescam até as unhas. 
A primavera, aqui, tem mais traços de verão que de inverno. O outono, ao contrário, pode trazer dias mais enregelantes que o próprio inverno, portanto maio pode ser mais fio que agosto.
Nesta cidade em especial, com uma cadeia montanhosa de sul a norte, o sol da tarde reflete parabolicamente e volta... esquentando o ambiente.
Ontem, por exemplo, choveu bem durante a tarde, estendendo-se ao início da noite. Saí de moto, sempre com a capa no console, e dei sorte: nem uma gota enquanto estive na rua.
O clima ameno estava propício a uma sopinha: fiz mingau de fubá com temperos, carne moída, erva aromática (melissa), talinhos de couve e cenoura ralada. 
Eu e o Par devoramos o mingau, aconchegadinhos no sofá da sala de visitas, enquanto assistíamos "Bonanza", no canal TCM (não gostamos de TV no nosso quarto). 
O "Fiotão" estava "simido" pela cidade, talvez estivesse fazendo serão no último dia de trabalho, pois a fábrica de aviões entrou em férias coletivas até janeiro.
Voltando ao  verão, nesta semana, a temperatura à tarde girou entre 26 e 29 graus. No momento, estamos em 16º, num céu azul  de myosótis.
É sempre assim: chove, refresca, limpa o céu por uns dias... então vai esquentando, formando nuvens, e tudo recomeça. Janeiro, porém, tem aquele chuvisqueiro constante, requerendo cobertinha à noite.
Devido ao horário de verão, escurece às 20 h 00, propiciando atividades diversas. No inverno, com duas horas a menos de insolação e friozinho, podemos nos aconchegar e descansar mais, aumentando o tempo de sono.
Imagem daqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.