12.7.14

Compostagem

De frapê não se trata, pois não contém  iogurte, leite em pó ou gelatina; vitamina também não é, por não conter leite... suco verde? Espesso demais, sei lá ... não é saboroso, nem tão ruim - é médio.
Já me disseram que se parece com compostagem, visto que eu aproveito talos, folhas e cascas diversas. Nestas mini-férias (recesso escolar), pude caprichar nas receitas de meu denso suco verde. Meu café da manhã e lanche da tarde são compostos quase sempre dessa refeição.
Antes das 6 h 00 ligo o liquidificador e tomo dois copos; vou correr tendo mais ânimo e bem estar, me hidrato melhor, propicio a limpeza intestinal diária, ganho saciedade. Se tem muitos nutrientes benéficos ou se um alimento rouba o nutriente do outro, é controverso ainda. Parece uma sopa fria ou uma salada líquida.
Neste prato: mamão, couve, casca de banana (do café do marido), beldroega graúda, mexerica com casca e talos de alface (do lanche do filho). Tudo bem batido, com água gelada.
Alface, trapoeraba, erva fazendeiro, limão com casca, abacate com casca e uma folha de serralha (amarga).
Dou preferência aos nutrientes locais; neste prato, tudo veio orgânica e gratuitamente do sítio na serra. 
Beldroega graúda, banana com casca, erva melissa, folhas de goiabeira (boa p/ gastrite), cascas de bergamota e chicória.

Erva fazendeiro, limão com casca, hortelã, amêndoas de macaúba, salsa, meia maçã, mamão com casca e algumas sementes. Apenas a maçã foi comprada.
Couve e talo, chuchu, abobrinha, cebolinha, uma folha de serralha, amendoim cru com girassol descascado, mexerica com casca.
Morangos (ganhei um bocado), melissa, gergelim, folha de serralha, limão e cascas de bergamota (que chupei ontem), trapoeraba.
Muitos produtos eu trago da serra, outros planto no quintal (em vasos) e o restante compro na feira livre (ou no mercado mesmo). Aqui, erva melissa, um pezinho de limão ao centro; na bandeja abaixo, salsa, hortelã e trapoeraba. Tenho picão e manjericão noutro vaso(ainda pequenos). 
Goiabeira no vaso: vou podando e utilizando as folhas no suco.
As oleaginosas acrescentam o óleo ao suco, potencializando a absorção de nutrientes ; há quem coloque um fio de azeite para o mesmo efeito.... associado à corrida diária de 4 km e reeducação alimentar, me mantém leve. 
Me levantei às 4 h 40 da madrugada todos os dias de férias, incluindo domingos, e corri cedinho (6 h 00), com o ar límpido, sem trânsito. Voltando às aulas, terei que correr à noite... pena!
Quando comecei, no início de janeiro, estava com 71 kg - meu maior peso, e já caminhava quase uma hora, todas as noites. Não me alimentava mal, contudo exagerava nos doces e fazia poucas refeições maiores. 
No momento, o saldo é este: cinquenta anos, 1,68 m e 62 kg. Quanto mais velhos, tendemos a encolher e engordar.
Alimentação atual:
Suco verde variado - 6 h;  9 h 30 - banana com granola, abacate puro ou bolos/bolachas funcionais; 12 h - almoço ( e alguma besteira de vez em quando); 15 h 30 - suco verde ou fruta com castanhas; 18 h - jantar (arroz com feijão ou sopa; sanduíche; sardinha/carne grelhada) e uma colherinha de mel rural (não pasteurizado); 20 h 30 - ceia (chá com bolo ou biscoito salgado ou torrada ou iogurte ou castanhas ou leite com pouco achocolatado).
Tomo água entre todas as refeições (com limão uma vez, com canela de madrugada). Nunca liguei muito para suco ou refrigerante. Não fazia as refeições com líquidos ao lado, desde sempre. 
Suco natural de frutas é pior que a fruta em si, com as fibras. O suco contém muita frutose, complicando a saúde de quem tem tendência a fígado gordo.  Sucos azedos (de limão, maracujá ...), necessitam de muito açúcar ou adoçante, então prefiro aqueles de frutas não ácidas, para a família (caju, melancia, goiaba, manga, etc).
Ainda estou reptando em todo este conhecimento, contudo tenho a sensação de que com a conjunção desses fatores todos,  equilibro melhor o fluxo de energia vital - descarrego e me estresso menos.
O que melhorou? A gastrite sumiu, o intestino não prende mais, emagreci e fiquei feliz, estou mais calma e confiante e o sabor do suco já está um pouco mais palatável. O foco é dar o exemplo e atacar síndrome metabólica do marido, que ainda é sofrível. 

9 comentários:

  1. ~
    ~ ~ Estás muito bonita e elegante Cris.
    ~ ~ Realmente, tens toda a razão para estar orgulhosa.

    ~ ~ Embora eu embirre terminantemente com o uso das cascas na alimentação, o que interessa é sentires-te bem e teres ótimos resultados nas análises médicas.

    ~ ~ Agora, não te ponhas como a Angelina Jolie que está com umas mãos de bruxa!

    ~ ~ É impressionante verificar como a sua triste figura está a ser usada por abutres, no comércio de meios para emagrecer.

    ~ ~ ~ ~ Abraço muito amigo. ~ ~ ~ ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Majo!
      Toda vez que coloco cascas no liquidificador, me lembro de você. E não quero emagrecer mais não, pois não tenho dinheiro para cirurgias prá rugas... este peso de hoje é o que tive na maior parte da vida de casada. Em solteira tinha 56.
      Hoje fiz exames de colesterol, triglicerídeos e glicemia (rotina), espero que estejam bem, contudo espero mais o resultado daqueles do marido (que fez junto).

      Excluir
  2. ~ Houve um erro e o PC enviou o comentário sem eu querer...

    ~ Perguntava eu, qual é a vantagem de comer a sopa verde se os nutrientes não são absorvidos?
    ~ Limpar os intestinos? Mas é muito provável que também varra a flora intestinal e, então, surjam alertas como as aftas, indicando que as suas defesas estão muito baixas.

    ~ Ensalive muito bem o seu batido verde, caso contrário, a gastrite voltará em força e poderá tornar-se crónica.

    ~ A sopa cozida, já remonta à idade média e é o resultado de muitos séculos de experiencia...

    ~ Também já passei por uma fase em que era tontinha por sucos verdes. Sei do que estou a falar e dou-me a este trabalho por amizade.

    ~ ~ ~ ~ ~ Beijos muito amigos. ~ ~ ~ ~ ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continuando...
      Sou louca por sopinhas, sobretudo neste inverno. De manhã troquei o café preto pela suco verde (uma sopa espessa), pois não tenho fome às 6 h 00. Eu tinha intestino preso, funcionava dia sim, dia não. Agora normalizou.
      Tive receio com aquelas aftas de maio, porém até o momento, não voltaram. A gastrite me apavora, foram 15 anos com dores de vacuidade, às 2 h 00 da manhã, sempre que tinha crise. Neste ano, não tive.
      A família também fica em alerta com a doideira do suco verde, acham radical demais. Meu foco, focão mesmo, é impactar os maus hábitos alimentares do marido, pois sua síndrome metabólica abrandou, contudo está ainda sofrível.
      Continue me advertindo, acautelando e aconselhando, pois estou ziguezagueando a pouco tempo por este campo da reecucação alimentar.
      Descobri que a couve faz mal à tereóide; usava pouco por me "empachar".

      Beijitos amigos a ti também.

      Grandes beijos

      Excluir
    2. ~ ~ As crucíferas-- todos os tipos dr couve, bróculos, nabos, nabiças, etc, podem prejudicar a tiroide se forem consumidos em grande quantidade.
      Apenas quem tem problemas de tiróide, deverá reduzir o consumo.
      ~ ~ ~ XX ~ ~ ~

      Excluir
  3. Caramba! Você tá ótima! Não sabia que tinha 50 anos. Tá com corpinho de... 20? Não sei, depende muito da pessoa. Eu tenho pouco mais de 20 e você tá me arrasando! hahahaha Muito legal! Mesmo. Adorei as fotos.

    Estou tentando, comecei hoje, 15 dias sem comer besteiras. Você me incentiva, sempre :)

    Beijões!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, companheira!
      Em 2013 havia oito quilos a mais neste corpo de 50 anos...
      Tenho certas recaídas, comendo besteiras de vez em quando, mas logo ajeito o prumo. É um aprendizado constante e a continuidade é fundamental.
      Fico feliz em te incentivar. Sei que é forte e devagar chegará lá - estarei aguardando ao lado do pódio!

      Outros beijos

      Excluir
  4. Adorei o titulo do post! Nunca bebi estes sucos verdes, mas costumo dizer que cá em casa somos um centro de compostagem. Muitos legumes crus, cozidos e sopa todos os dias. Ingredientes parecidos aos das fotos mas sem liquidificadora. Um dia vou provar ;)

    ResponderExcluir
  5. Beleza, Ana! Então você também está próxima à compostagem!
    Aproveitei as duas refeições que eram deficitárias para introduzir o suco verde. O meu é bem radical, por opção e desafio, visto que não amo o sabor. Há outros mais normaizinhos!

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.