5.1.15

Arbitrário, aleatório, imprevisível, democrático...

Enquanto eu viajava, via notícias numa "televisãozinha" do século XIX. Só uminha me mexeu. Então o câncer não é culpa do dono, na maioria dos casos?
Gente, isso me deu um alívio... Já pensou passarmos por este baque no futuro e ainda ouvirmos "pelotadas" dos íntimos: Andou descalça, agora aguenta! Comeu banana verde, é o que dá! Teve (ou não) filho, afetou o organismo! É culpa daquele desgosto! Sua "tataravó" morreu disso, você puxou...
Se na periferia familiar todo mundo palpita, imagine a cabeça do "culpado"? A pessoa acha mesmo que fez por merecer e essa culpa debilita mais que a própria doença.
Se o câncer é mesmo uma loteria, só um azar que veio porque quis e pronto (salvo exceções), paradigmas serão quebrados.
É tão somente um "errinho" que ocorre na hora da divisão celular, fazendo com que as células virem "pipocas" sem mais nem menos? Em 2/3 dos casos, ninguém potencializou a operação, nem o paciente, nem mesmo o "povinho lá de baixo"?
Talvez devamos rever ilusórias dietas radicais, estilos de vida malucos, abstinências descabidas, manter a ponderação, a temperança, a diversificação / rotatividade não só alimentar e pensar mais nas próprias raízes a que o organismo já vem acostumado desde o útero. 
Lembremo-nos de que esta não é a única doença a nos preocupar. E se algum dia acontecer, lutar é necessário; vencer é possível. 
Aguardemos novas pesquisas, pois a ciência vive se contradizendo - é função dela e os "do contra "
estão no aguardo. Pesquisar causas de câncer em animais selvagens seria interessante.

4 comentários:

  1. Olá, Cristina!
    É confortante saber disso sim!
    Imagino às vezes, pessoas que adquirem doenças, sem saberem, e carregam a pecha pro resto dos dias. É o caso de algumas mulheres infectadas por Aids por seus companheiros que pularam a cerca e as deixaram doentes e para sempre marcadas. Muito triste tudo isso.
    Mas, a hora é de falar coisas boas, plasmar boas energias, então deixo aqui meu abraço fraterno para um lindo e iluminado ano novo.
    Tudibom!
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
  2. Olá, Alfazema!
    Excelente ano para ti também, que continuemos juntas!!!

    Bem lembrado sobre a Aids. Há estigmas que tatuam a pessoa irreversivelmente. Culpar a vítima (até em estupros e assaltos) é prática corrente muito minimalista que abarcar a complexidade humana.

    Abreijos interioranos com perfume de alfazema!

    ResponderExcluir
  3. ~ Sabe-se que uma boa alimentação, exercício físico, um estilo de vida saudável e bem humorado, ajudam muito na prevenção.

    ~ ~ Beijos algarvios com cheiro de maresia. ~ ~

    ResponderExcluir
  4. Realmente, Majo, um terço dos cânceres podem ser evitados assim. Entretanto, se a pesquisa procede, os outros dois terços são mesmo falhas aleatórias ocorridas na divisão celular, o que não significa que devamos extravasar. Há inúmeras enfermidades preocupantes além do câncer.

    Beijo calorento com cheiro de mato.

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.