15.3.15

Sal grosso ou marinho?

Resultado de imagem para salina de mossoró
Há o sal marinho rústico, virgem, integral, colhido do jeito que sobra da evaporação, entretanto ele pode fazer mal à saúde devido aos resquícios de vida marinha presentes.
O sal grosso é aquele de churrasco, marinho também. No Brasil, a palavra "sal marinho" está escondida em letras miudinhas no cantinho do rótulo.
A confusão é porque em certos países o sal grosso vem de minas ou salares e não oriundo de evaporação direta da água do mar. Pelo que pesquisei, este sal de mina não é tão bom, pois não está "vivo" dentro do mar, recebendo novos minerais.
O sal "grosso e marinho" virou meu amigo a um ano e meio; uso o refinado (light) apenas em saladas cruas. Essa moda de "sal rosa do Himalaia" e tantos outros realmente excelentes, não pode apagar a qualidade de nosso sal do Brasil, também muito bom.
O problema do refinado é que quanto mais refinamento e branqueamento, mais química o sal recebe e mais minerais essenciais ele perde. O iodo, por exemplo, é perdido e recolocado; a quantidade acaba sendo excessiva na adição.
Eu pesquisei que um dos melhores é de Mossoró. O importante é ler as letrinhas do rótulo onde consta "origem do produto", visto que o apelo comercial diz: "ideal para churrasco - sal grosso iodado".
Então já sabemos: A diferença entre o sal grosso marinho bom e não tão bom é a extração: De minas ou salares - não tão bons; de evaporação direta - ótimo; de Mossoró - excelente.
A região onde se extrai o sal conta em favor da quantidade e qualidade dos minerais agregados ao produto, entretanto o fato do sal em uso ser mais saudável que o refinado, não significa que deve ser abusado. O uso moderado é que traz os benefícios dos minerais agregados a ele.

2 comentários:

  1. Hmmmmmm... Vou olhar. Bom saber! Vou procurar o sal de Mossoró :D

    ResponderExcluir
  2. Para os não hipertensos, o sal vem perdendo um pouco a cara de vilão. O produto certo, na quantia certa, só faz bem.
    Aqui no interior encontro o do Rio Grande do Norte, mas infelizmente não é de Mossoró.

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.