10.6.15

De perto ninguém é normal

Resultado de imagem para envelhecer
E eu que sempre me achei extraviada (e gosto de o ser), estou às volta com minhas coceiras nas canelas...
Sim, tais coceiras me acometem em todo inverno se não me controlo, vertem sangue.
Corri à farmácia para comprar aquela pomada de nenê - minha salvação. Enquanto aguardava, observei uma antiga conhecida que não vejo a mais de 20 anos...
A moça duplicou de tamanho horizontal (com consequente impressão de encolhimento vertical). Filhos casados, netos, segundo marido... A décadas parou de trabalhar.
Me olhava estranhamente, disse que estou magra demais. Devia estar pensando no quanto estou acabada; eu quase conseguia ler isso na sua testa!
Não é nada bom nos depararmos com o desgaste causado implacavelmente pelo tempo; ao percebê-lo nos nos outros, temos que nos dar conta de que o mesmo ocorreu em nós mesmos. 

2 comentários:

  1. ~~ Deixaste as tuas pernas ficarem com cieiro!

    ~~ Experimenta marcerar, em óleo de coco, sementes de urucu
    e folhas de calendula desidratadas...

    ~ Aconselho o vídeo...
    «Ecodaisy - Marcerados de aceites (calendula e achiote)»

    ~ Aplica depois do banho e, antes de sair, retira o excesso com
    papel absorvente...

    ~~~ Melhoras. ~~~


    ~ São, de facto, encontros chocantes...
    ~ Há pessoas que ficam em péssimo estado!

    ~~~~ Beijos amigos. ~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  2. Olá, Majo!
    CIEIRO: é tipicamente uma afecção cutânea sazonal, própria do Inverno.

    É isso mesmo, dizemos ressecamento. Nosso inverno é demasiado seco e a primeira parte do corpo a sofrer são as canelas.
    Não sabia que urucum é bom até para isto. A calêndula é uma linda flor, também não sabia que é medicinal!
    Uma boa pomada hidratante (de assadura) duas vezes na semana já surtiu milagre. Não posso esquecê-la.

    Pessoas mudam muito em 25 anos...

    Beijão

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.