21.6.15

Somos meros animais?

cor-alimentos-11
Não estou falando sobre espiritualidade ou uma possível "veia alienígena" apregoada por exotéricos. Falo da composição química de nosso corpo-casa.
Se somos o que conseguimos digerir, então somos também vegetais. Creio que até mesmo os esquimós mais isolados, nos poucos meses de verão existentes em seu habitat, usufruem de vegetais (ao menos mirtilos).
E os minerais?
A Organização Mundial de Saúde (OMS) elenca cerca de 20 minerais fundamentais para o bom funcionamento de nossas células: magnésio, zinco, manganês, selênio, cobre, silício, cálcio, ferro, potássio,  iodo,  fósforo, enxofre, sódio, cloro e outros.

Magnésio: Organiza o cálcio. É Antiestresse, anti-infeccioso, cardioprotetor, atua na manutenção da temperatura corporal. Sua ação combate acne, dermatoses, manchas senis, verrugas, prisão de ventre, aumenta a hidratação da pele e melhora o sono.
Fontes: cereais integrais, folhas escuras, legumes, frutas (citrus), leguminosas, gema de ovo, cebola, tomate e mel.
Exemplo: 1 xícara de folha escura refogada (suco); 1 xícara de arroz integral; ½ xícara de cereais integrais; gotas de limão, 1 maçã. Acima dos 40 anos, deve-se suplementar com colher (café) de magnésio quelato/ dia;

Zinco: Sua deficiência está relacionada ao envelhecimento precoce. Atua como cofator em muitas enzimas, auxilia na digestão, na regeneração celular e cicatrização.
Fontes: carnes, peixes, leguminosas (lentilhas), cereais integrais, vegetais, açafrão e gengibre. Consumir 12-15 mg/dia como exemplo: 1 xícara de lentilhas cozidas; 1 xícara de brócolis; ou ½ xícara de germe de trigo;

Manganês: Essencial no aproveitamento do cálcio, fósforo e vitamina B1; na formação óssea  e metabolismo de aminoácidos, colesterol e carboidratos (açúcares). 
Sua deficiência resulta em redução na produção de insulina, aumenta processos oxidativos, prejudica o fator de crescimento e promove anormalidades esqueléticas. 
Fontes: frutas oleaginosas, grãos, cereais integrais, gema de ovo e folhas. Consumir 2-5 mg/dia (ex.): 1 xícara de arroz integral; 1 gema de ovo; ou 1 colher de sobremesa de nozes;

Selênio: Essencial para a formação de enzima antioxidante, melhora a utilização da vitamina E; retarda o envelhecimento e previne doenças cardiovascularesA falta do selênio causa dores musculares, fadiga e fraqueza muscular, além de manchas brancas nas unhas
Fontes: carnes,  fígado, aves, frutos do mar, cereais, castanhas, farinhas integrais, gema de ovo. Consumir 40-70 mg/dia como exemplo: ½ peito de frango assado; 1 fatia de pão integral; ou 1 sardinha;

Cobre: Ajuda na respiração celular, no metabolismo do ferro (hemoglobina) e na formação de melanina na pele.
Fontes: fígado, cereais integrais, legumes, lentilha, figo, banana, damasco, passas, ameixa, batata e espinafre. Exemplo: 1 pera; 1 xícara de arroz integral; ou ½ fígado cozido.
Na prática, com um copo de suco de folhas escuras, consegue-se a quantidade recomendada de cobre, magnésio e enxofre por um dia; 



Silício: Age na formação dos vasos e artérias, pele, membranas,  unhas, cabelos e cartilagens. Auxilia na mineralização óssea. 
Fontes: Amora, aveia, cevada, salsa, nabo, avelã, feijão, escarola, alface, abóbora, azeitona, cebola;

Cálcio Importante constituinte dos ossos e dentes. Atua na coagulação sanguínea, na contração muscular e no funcionamento dos nervos. Combate infecções e mantém o equilíbrio de ferro no organismo.
Fontes:  Queijo, iogurte, nozes, uva, cereais integrais, nabo, couve, chicória, feijão, lentilha, gergelim e castanha de caju;

Ferro: Indispensável na formação do sangue.  É um dos componentes da hemoglobina, mioglobina e enzimas respiratórias, sendo de fundamental importância para a respiração celular. É veiculador do oxigênio para todo o organismo.
Fontes: Fígado, rim, coração, gema de ovo, leguminosas, verduras, nozes, frutas secas e azeitona;

Potássio: Atua associado ao sódio, regularizando as batidas do coração e o sistema muscular; contribui para a formação as células.
Fontes: Azeitona verde, ameixa seca, ervilha, figo, lentilha, espinafre, banana, laranja, tomate, carnes, vinagre de maçã e arroz integral.

    Iodo: Faz funcionar a glândula tireoide; ativa o funcionamento cerebral; permite que os músculos armazenem oxigênio e evita que a gordura se deposite nos tecidos. Fontes: frutos do mar, sal de cozinha iodado e laticínios.
    Fósforo: Atua na formação de ossos e dentes; indispensável para o sistema nervoso e o sistema muscular. Junto com o cálcio e a vitamina D, combate o raquitismo. Fontes: Carnes, miúdos, aves, peixes, ovos, leguminosas, queijo, cereais integrais.
Enxofre: Entra na constituição de todas as proteínas celulares; é importante nas cartilagens, cabelos, unhas. O excesso de enxofre é eliminado pelas fezes e urina.
Fonte: carne, leite, ovos, queijos, cereais, frutas secas, cebola, alho e couve flor.  Combate asmas, erupções, cefaleias, reumatismos;

Sódio: Suas funções principais são a contração muscular, a transmissão nervosa e o equilíbrio hidroeletrolítico. O recomendado é 1,5g/dia, que corresponde a 5g de sal de cozinha (que não é única fonte de sódio). 
O excesso aumenta a pressão arterial, doenças cardiovasculares, renais e interfere na absorção e metabolismo do cálcio. 
Em casos raros quando o sódio sofre uma queda abrupta, ocorre a hiponatremia, com confusão mental, letargia, anorexia, convulsões, coma, náuseas, vômitos, câimbras, fraqueza. Nesse caso, é importante a restrição hídrica e a reposição de sódio.

Água: Nascemos 70% água e após os 50 anos de idade vamos diminuindo até a faixa dos 60%. Uma máquina velha tem engrenagens corroídas que pulam dentes, apresenta folgas entre as peças - necessita mais graxa. Somos assim. O mecanismo da sede não é bem desenvolvido em humanos.

Parte desses minerais precisam ser suplementada e a outra parte, monitorada para ingerirmos adequadamente.
Alumínio, Chumbo, Mercúrio, Arsênico, Cádmio, Níquel são minerais tóxicos contaminantes e devem ser evitados ao máximo.
Minerais essenciais como Cobre, Molibdênio, Selênio, Ferro e Silício, se ingeridos em quantidade excessiva, também podem se tornar tóxicos.

Depois de tantos minerais, parece que o vegetarianismo perdeu o sentido...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.