20.9.15

Sou prima das macacas...


Resultado de imagem para imagem macaca na natureza
... E não quero dizer prima assim como vocês, em grau distante! Sou prima irmã mesmo - tipo duas pessoas de uma casa que se casam com duas de outra casa - tio duas vezes e tal.
Uai, "prá modi quê" tão parente das macacas, Cri?
Sou aquela do maior custo-benefício possível. Vivo ponderando tudo: Custo financeiro, ecológico, emocional, sociológico, político... Somente pago mais caro se compensar por outro lado.
Eu sou  pragmática ao último grau - a começar pelo nome: Cristina é um palavrão de 8 letras, então "Cris" é mais prático. Que tal "Cri", mais econômico ainda?
Sou um esculacho nas vaidades, acho desnecessário até um batonzinho básico para iluminar o rosto... Aquele lápis preto de imitar panda, até tenho só para casamentos. E um pó de arroz blash quase incolor. Sombra eu adoro, porém não sei passar - nunca uso, e se uso, exagero... Fico igual aquele do circo.
Salto alto? Pra que, se o conforto é uma ideia tão brilhante?  Mudar de brinco? "Larga mão", esse minúsculo aqui já é de ouro mesmo...Trabalheira. Vai que inflama a orelha à toa...
Limpeza de rosto e cremes aprendi "male-má" aos 30, por absoluta necessidade de manutenção. 
Fazer unha? Ficar me entupindo de veneno em forma de esmalte, aguentar a neura do salão, depois tendo o trabalhão de tomar cuidado ao lavar louça. Não compensa. Só faço pé em casa, por higiene.
Pintar cabelo? Só aos 42, quando não dava mais para disfarçar os intrusos. Secador e escova? Imagine, deixa os pobres fios secarem ao vento, tão mais natureba!
Guarda-roupas? Ah, aprendi a costurar na adolescência; vivo comprando em brechó "cê que sabe". Reformo daqui, renovo dali, reciclo de lá. Até para o Par. Fiotão não aceita...
Alimentação? Custo-benefício total - aproveito até as cascas e talos no suco verde, sopas, massa de pão e o resto liquidifico para as plantas, que amam o "esterco"!
Rotina é o extremo da serenidade. Eita "trem bão" ter tudo previsível, com pitadas salutares de modificação! Para uma TOC relacionada ao tempo, como eu, ter a rotina planejada e organizada é paraíso.
Ah, o pior: Sou antissocial "bixu do mato" e serviria para eremita; detesto ir na casa das pessoas porque posso estar incomodando. Amo a natureza, minhas montanhas, espaço quase sem humanos.
Gosto de tudo em pequenas doses - poucos amigos, poucos raros eventos sociais. Detesto sair à noite, sou diurna ao extremo, a ponto de acordar todo dia de madrugada.
Não sou de organizar festinhas, considero desnecessidade e bagunça. Prefiro a maravilhosa praticidade dos piqueniques.
Imagem Google