18.11.15

Pães com biomassa de banana com casca

Por que biomassa?
  • Para diminuir industrializados e seus malefícios, promovendo saúde;
  • Minimizar o excesso de glúten e lactose na dieta atual;
  • preservar a natureza, evitando que a Mãe Terra produza à exaustão;
  • Agregar nutrientes importantes, enriquecendo a receita (a casca pode ser mais rica que a fruta em minerais e fibras);
  • Praticar arteterapia na cozinha e ainda economizar dinheiro.
Aqui, pão sírio de cenoura e cúrcuma com pouca biomassa. Ficou divinal! 
 A mesma massa recheada com carne moída e palmito, numa espécie de fogazza.
Aqui, bastante biomassa e folhas já feinhas de couve. Recheio de frango e ervilhas frescas. A massa fica escura, mesmo colocando farinha branca com moderação.
Um "pão de banana" - e o gostinho de banana prevalece mesmo.
Uma panqueca com biomassa de banana, recheio de carne moída e muito tomate. Nem sobrou para a janta. 
 
Pãezinhos com pouca biomassa e bastante fubá escaldado (para não ficar áspero). Ovos caipiras e banha de porco.
 Assados ficaram assim: "pãezinhos de fubá".
Bolo de canela e chocolate com biomassa. Recheio de bananas (no fundo da forma). Oito bananas e as oito cascas. Peguei a receita na Net e adaptei.
Roscas com fubá escaldado, cenoura e biomassa cozida na água de beterraba. Frutas cristalizadas e açúcar mascavo em pouca quantia (sempre).  
A de baixo é da nora. Ótima opção contra panetone industrializado, que parece isopor.
Parte interna das roscas. É uma delícia com mel ou geleia.
Foram 10 bananas verdolengas cozidas e batidas + uma xícara de fubá + duas cenouras e farinha branca. Manteiga para amassar e ovos caipiras.
Observe a diferença na cor da massa devido à água da beterraba - clarinha.
Pão de biomassa já durinho (aproveitamento), torrado com cobertura de cebola, tomate, orégano, com bastante mussarela . Os "meninos" da oficina atacam, aqui em casa nada se perde!
.
 Bolo de biomassa com canela, aveia e maçã feito na maquininha. Coberto com lâminas de maçã.
 Por dentro - bastante aveia.