16.11.15

Prendinhas

Aqui no interior, de vez em quando somos presenteados com produtos naturais. São as lembrancinhas que mais amo!
Eu havia passado a usar esse maracujá roxo delicioso e não tão ácido no lanche da tarde do marido. Ele adora. Não é de suco, come-se com colher.
Inclusive eu congelo as cascas higienizadas para fazer biomassa. Porém essa é outra história!
Fim de safra, a fruta escasseou, o preço subiu e fui diminuindo as quantias ou frequência de consumo.
Ó um pouquitito lá no fundo da pia, perto dos ovos caipiras. E sem contar que a nora também devora a bela frutinha saborosa.
Entretanto, veja o que ganhei de um conhecido!
Gente, há presente melhor que esse?
Dividi um pouquinho com a nora, guardei em geladeira e durou bem duas semanas.
A biomassa?
É só cozer na pressão por 10 minutos, com bastante cascas de banana e liquidificar em pouca água (do cozimento). Usa-se onde a imaginação levar: doce, pão, rosca, bolo, sopa, mingau, carne, molho...
 Ah, e ganhei de um cliente (Zazo) esses 6 kg de feijão acabado de arrancar, molinho! Dei um kg prá nora, um pro vizinho e outro prá colega da escola. Congelei os três kg restantes, crus para cozer aos poucos.
Lembrete: deve demolhar em ambiente ácido - ficar da noite para o dia em água com pouquinho de vinagre, para expelir parte dos antinutrientes. Até as flatulências são eliminadas assim! 
Aceita um caldinho de feijão ou uma metade de maracujá roxo?