15.3.16

Meu menininho

Resultado de imagem para imagem drogas
Preocupadíssima, doída.
Um dos meus 25, aquele que só foi matriculado agora em março, que estava por aí sem escola: pai preso e mãe drogada. Meu pior caso.
Hoje não compareceu, falta duas vezes na semana, não faz tarefa de casa, vem com a roupa toda amassada, mulambo. Está atrasadíssimo na alfabetização.
Seu irmão do quarto ano foi alfabetizado por mim. Naquela época, a mãe não estava assim tão decadente.
Nesta manhã, uma vizinha que tem filho lá na escola, denunciou à inspetora que na noite de ontem, a mãe botou 5 homens prá dentro do apartamento e ficaram trancados lá se drogando.
Deixou as 3 crianças soltas no pátio até tarde da noite, sem banho ou comida. A inspetora orientou -lhe a comunicar imediatamente o Conselho Tutelar.
Falamos com nossa diretora para que também comunique o órgão, pela escola. Essas crianças não podem mais ficarem assim, largadas e convivendo com drogas.
Esses "predinhos" (blocos de apartamento) mal acabados e deteriorados, pertencem a uma empreiteira que faliu. Uns donos alugam e há posseiros - um antro situado entre minha casa e a escola.
Num abrigo as crianças estariam melhor, no entanto é tão traumático... E o menino maior já apresenta comportamentos terríveis em sala de aula, sem nenhuma regra.
Preciso achar um meio-termo entre me envolver e preservar minha integridade, pois são quase vizinhos daqui. Amanhã, forçarei a diretora para que resolva a situação.
Que será deles nesse instante? Como estará a mãe? Eu aqui abrigada, alimentada, em completa paz familiar, com essa garoazinha serena; entretanto estou com eles na cabeça... não saem.
Um futuro sombrio precisa ser bloqueado urgente, por complicado que seja, ou o mais velho já não terá salvação.

2 comentários:

  1. Poxa Cris, que situação chata e complexa esta. Alerto para todo cuidado no tratamento desta questão e priorize justamente sua segurança e integridade. Um caso tipico para solução social do município e órgãos competentes.O comportamento destes usuários deve ser monitorado para evitar algo pior principalmente na escola. Boa sorte amiga e todo cuidado.

    ResponderExcluir
  2. Difícil, Tonin... Coisa que não se via a vinte e tantos anos, quando comecei a trabalhar com crianças.
    A Diretora descobriu que o Conselho Tutelar já atende a família. Veremos se algo melhora; são três meninos: 9, 6 e 4 anos.
    Eu moro bem perto da Escola, então fico mesmo arredia. Tenho família a zelar também.

    Grata pelo apoio!

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.