31.5.16

Alimentos sem "alma"

Resultado de imagem para imagem hortifruti
Os produtos alimentícios ultraprocessados perderam a alma e ganharam aditivos com nomes impronunciáveis terminados em "ante".
Quem estuda o nosso Guia Alimentar, sabe o quanto esses "alimentos" devem ser evitados. Devemos utilizá-los como um tempero ocasional, para finalizar um prato. Nunca devemos "encher barriga" com essas coisas.
Dentre produtos que lembram vagamente a carne, temos salsicha, presunto e apresuntado, peito de peru, mortadela, steak e mini chicken de frango, certos salames, hambúrguer...
São fáceis de se preparar e comer, pois resultam de uma série de processos industriais danosos, que esvaziam os nutrientes. Muitos são cheios de amido, como a salsicha, steak, apresuntado.
A hiperpalatabilidade, fenômeno que acrescenta o "sabor perfeito" - chamado "ponto da felicidade", faz com que aquilo fique viciante. Excesso de sal, açúcar, gorduras artificiais e químicas, contribuem para essa explosão de fedor "sabor".
Consumidores assíduos desses produtos ficam com o paladar deformado, rejeitando alimentos com sabores naturais mais suaves, que lhes parecem insossos.
Dislipidemia (aterosclerose), diabetes, pressão alta, obesidade, alergias, doenças autoimunes e intestinais são muitas das consequências do consumo de ultraprocessados em excesso.
São refrigerantes e sucos de caixinha, salgadinhos "isopor", massas congeladas, açúcar refinado, macarrão instantâneo, leite em pó, tempero de cubos, bolachas todas e pão integral, mistura para bolo, barrinha de cereal, sorvete, margarina, óleos de soja, canola, enfim.
Uma bala de canela não tem nenhum nutriente rico da canela, apenas o sabor artificial e muito açúcar. Uma tapeação deslavada. 
Embalagens coloridas, com fotos ampliadas e frases apelativas tomam conta das prateleiras do mercado. A grande maioria dos produtos lá expostos são ultraprocessados - quase prontos para comer.
Cozinhe em casa! Arroz com feijão ou raízes, carnes e vísceras variadas, ovos, legumes cozidos e vegetais crus devem compor nosso prato. 
Na sobremesa - frutas da estação. Lanches: queijos artesanais, oleaginosas, amendoim, coco, pinhão, batata-doce, espiga de milho. Para beber - NADA... Apenas água entre as refeições, chá e café.