21.5.16

Ignorei, descumpri e contrariei ordens médicas... Ainda bem!

Resultado de imagem para imagem low carb
Em agosto passado, quando meu Par chegou ao ponto de ser considerado diabético - 167 de glicemia em jejum, eu surtei e a coisa aconteceu. Marido se transformou em Low Carb!
Tem sido um processo leve, natural. Ele ainda escapa com a cerveja ao fim do dia, porém não todos os dias.
A tempos, o peso desceu de 84 para 73 kg e se estabilizou; visível no abdome reduzido. Pressão arterial raramente passa de 12 x 8. 
A glicemia em jejum, medida quase diariamente, também se mantém por volta de 100. Todo seu processo inflamatório e dores difusas rarearam. Apenas a gota ainda volta quando muda a temperatura.
Seu desjejum consiste em kefir logo ao acordar; depois um ovo, pedaço de queijo branco, fatia de abacate, uma banana prata pequena e verdolenga com uma colher de gergelim (temperado com sementes de girassol e abóbora), com outra fruta picadinha.
O almoço consiste numa saladona crua com carne, legumes gratinados ou sopa de legumes com queijo. Uma laranja (ou mexerica) de sobremesa.
O jantar é mais variado: carboidratos de lenta absorção - pinhões, ou mandioca gratinada ao queijo, ou milho cozido, ou baroa. Omelete ou salame. Amendoim torrado ou nacos de coco. Maracujá ou outra fruta de baixo índice glicêmico (e a lata).
Se tivesse mantido arroz integral, pão integral ultra processado, alimentos light (de baixa gordura), ele morreria de fome a cada três horas e a glicemia estaria a 1000... ´
Basta comer todo tipo de carne, vísceras, queijos e ovos o mais natural possível, assim como vegetais de baixo amido em abundância, frutas de baixo glicídio e oleaginosas + amendoim. Água com limão, café e chá sem adoçar.

4 comentários:

  1. Boa Tarde, querida Cristina!
    A gente fica tão bitolada com tanta informação... eu ando comendo mais peixe do que carne, certamente! Entretanto, não me privo, quando passeio, de nada... No diário, legumes, frutas, peixes e tenho me sentido bem melhor de saúde... exames todos normais...
    Vamos ver como se sucede daqui pra frente depois de 62, rs...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  2. Olá, Linda Rosélia!
    Eu tenho seguido parcialmente o "Guia Alimentar para a População Brasileira", comendo alimentos in natura e dosando os industrializados, sobretudo aqueles ultra processados.
    O marido, por sua vez, deve evitar os carboidratos para manter a insulina baixa. Nada de integrais.

    Beijos saudáveis prá ti!

    ResponderExcluir
  3. É cumprir uma dieta nunca foi facil.
    As escapulidas são permitidas, mas
    é preciso fidelidade para os resultados.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tonin!
    É que não dava para cumprir determinações erradas, que não retiravam os amidos da alimentação.
    Baixar glicemia com adoçante, arroz integral e pão industrializado não funciona.
    Fiz do jeito que aprendi de forma autodidata e deu certo.

    Beijão, e cuidado com produtos industrializados!

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.