1.5.16

Sol, osteoporose, cálcio das folhas

Resultado de imagem para bebê pelado ao sol
Pode-se perder o medo do sol, recebendo a vitamina (hormônio) D só nas partes mais claras do corpo - busto às coxas.
Expor-se 10 minutos ao meio-dia, duas vezes na semana é suficiente, e é tão gostoso! Uma verdadeira injeção de serotonina!
Aproveite aquele sol que entra pela janela ao meio-dia, se estire sob ele, tapando as partes que já tomam sol a vida toda (rosto, braços e pernas). É necessário ficar 2 horas sem banho, para que o (mal falado) colesterol metabolize.
Economizar nos cancerígenos protetores solares e dar adeus à osteoporose. Jamais pense que vitamina D sintética é melhor que o sol. 
E sol é bom para muito mais que vitamina D... Solários em hospitais são antiquíssimos, curavam até tuberculose antes da penicilina.
Osteoporose é falta de cálcio ou falta de sol? Quem diz que osso é composto apenas por cálcio?
Remédios e vitaminas de uso contínuo é a regra médica... Sendo que a natureza taí com tudo de graça. Os médicos são os melhores vendedores de remédios (e você exige).
A helioterapia, uma omelete matinal com folhas verde escuras (vitamina K), caminhada (um pouco descalço para onda de choque - impacto) e uma pitada de magnésio com limão à noite: fazem mais pelos ossos que um copo de leite industrializado (e te livram da indústria farmacêutica).
Tomar suplemento de cálcio é risco, pois o mineral em excesso causa um colosso de doenças, inclusive entupimento nas veias. Certos segmentos da medicina adoram este ciclo vicioso, pondo a culpa no pobrezinho do colesterol - bode expiatório.