4.6.16

Chai low carb


Resultado de imagem para imagem chai canela xícara

Com esse friozinho, em meus dias de jejum intermitente, eu tenho preparado um chai - chá com um golezinho de leite.
Neste instante, jejuo com uma bela xícara contendo canela em pó, alguns grãos de café solúvel, água fervente e uma "sujeirinha" de leite.
Aliás, a tempos venho usando o leite pasteurizado integral "de saquinho" e não mais o "longa vida". Um litro a cada 5 dias é suficiente para o chai e meu querido kefir (que o marido toma). É que na categoria de alimentos saudáveis o leite se classifica assim:

1-  In natura - leite cru direto da roça. É aquele chamado aqui no interior de leite solto, que o produtor entrega direto nas casas.

2- Pasteurizado integral - é aquele que compramos na padaria, "de saquinho" e com prazo de validade curto. O  meu vem de uma microempresa da cidade vizinha.

3- longa vida - conhecido como "de caixinha". Cheio de aditivos e vazio de nutrientes, inclusive lactobacilos.

4- Leite em pó - totalmente descaracterizado (muitos produtos industrializados são feitos com leite em pó reconstituído). 

Nos preocupamos tanto com a lactose, bastante comum após a meia idade (açúcar lácteo - intolerância), entretanto ele contém proteínas que podem afetar a parede intestinal tanto quanto, em pessoas alérgicas a outra proteína qualquer (amendoim, peixe) ou com predisposição genética a alergias.
Alergia ou hipersensibilidade à caseína, lactoglobulina, alfa-lactoalbumina e beta-lactoglobulina (a mais alergênica das quatro - não temos enzimas que a digerem)  é mais comum em bebês.
Há profissionais de saúde que alertam para o excesso de leite bovino no desencadeamento de processos inflamatórios na parede intestinal. São mais de 25 frações proteicas alergênicas.
Inclusive seus derivados, massas e toda uma gama de preparos culinários à base de leite podem provocar uma agressão silenciosa aos intestinos. 
Quadros de asma, otite e rinite ou irritação na pele podem ser manifestações secundárias. Em adultos é comum gastrite, enxaqueca, artrite e mais.
A intolerância à lactose, no caso dos derivados fermentados, torna-se praticamente inexistente, o que não ocorre com a proteína. A concentração proteica no leite bovino é tanta que se diz "carne líquida".
Então, um chai é uma forma inteligente de consumir leite bovino!