30.7.16

Você está com medo da comida com química?

Com tantas orientações sobre voltar a comer alimentos naturais igual a época de nossas bisavós, não precisamos adquirir fobia irracional aos químicos.

Como não?

Os aditivos químicos artificiais (sintetizados) nocivos não são os únicos que constam dos rótulos com palavras quase impronunciáveis. Parte da lista de ingredientes podem vir compostos por fitoquímicos naturais, extraídos de vegetais.

Cê tá me confundindo...
TÔ!

Então vou escrever aqui alguns nomes desses fitoquímicos:
Alguns dos mais de 5.000 bioflavonoides: saponina, limoneno, quercitina, catequina (tanino), antocianina (glicosídeos de pigmento "azul"). A peoniditina é um bioflavonoide antocianina responsável pela coloração quase negra da jaboticaba... 
"Canola" é um nome bem familiar, de confiança, e a gente nem pensa no que seja isso... É uma planta? É uma sigla? É um produto transgênico? É tão confiável mesmo? Você pesquisou?

"Cumé qui si ismiuça uma banana intão?"
Uma "lista de ingredientes" da banana?

Água, açúcares (glicose, frutose, sucrose, maltose, amido). Fibra E 460. Aminoácidos (proteínas): ácido glutâmico, ácido aspártico, histidina, leucina, lisina, fenilalanina, arginina, valina, alanina, serina, glicina A. Ácidos graxos (gorduras): ácido palmítico, ácido linoleico, ácido esteárico...
Lembrando que essa banana atual, fruto de cruzamentos e seleção, nada tem a ver com a bananinha selvagem de outrora.

Deu nó!!!

É para não se levar ao pé da letra, não hiperfocar a questão dos naturebas. Vale aquela regrinha de 80 / 20 - deixar 20%  das ingestas alimentares para produtos não tão naturais assim...
Senão, cai-se na lorota de superalimentos milagrosos como berrys do Planeta Vênus, sal rosa do Planeta Marte, que são 1% melhores que nossos produtos locais.

Apenas 1%? Cê tá louca, Cri?

A porcentagem pode ser um pouco maior, caso você ingira um container inteiro por dia!
Ah, outra regrinha de ouro:
"A diferença entre o remédio e o veneno é a dose."
Então, um aditivos químico artificial (sintetizado) consumido esporadicamente em pequenas doses, pode ser menos maléfico que uma grande porção de brócolis diária, com efeito goitrogênico, prejudicando pessoas com problemas na tireoide!
Evite exercer a inquisição cega sobre a lista de ingredientes dos rótulos. Use o bom senso e vá prá cozinha! É a melhor forma de fugir dos pacotinhos.