21.4.17

Noakes vence. Quem vence é LCHF

Hoje é um dia mundialmente importante para a nutrição natural e saudável. O marco está fincado lá na África do Sul.
O Professor Tim Noakes esteve envolto desde 2015 numa batalha judicial que nas entrelinhas acusava a alimentação não convencional - Low Carb Healthy Fat. 
Muitos "ensaios clínicos randomizados e metanálises" foram postos à prova neste julgamento e o veredicto foi de 4 votos a favor e apenas 1 contra.
Para detalhes, pesquise na Net, mas atenha-se unicamente às entrelinhas da acusação. Noakes vinha a tempos incomodando grandes corporações (big farma / big food) com nutrição de vanguarda. Ele afirmou via Twitter que crianças não devem ser desmamadas via tradicional (alto açúcar e carboidratos processados).
Seu livro: "The Real Meal Revolution (a verdadeira revolução nutricional)" desmascara a mentira de que gorduras são todas más, colesterol é sempre ruim, e nos mostra o controle da saúde através de alimentos que humanos são destinados a comer desde a pré-história.
Vegetais de baixo amido, carnes todas, ovos, manteiga, oleaginosas. . . É a dieta Banting, ou Low-Carb Healthy-Fat (LCHF) solidamente apoiada por décadas de investigação científica e por evidências agora incontroversas.
Duas mulheres internacionais testemunharam em sua defesa - a pesquisadora de dieta e saúde Dra. Zoe Harcombe, de Londres, e a jornalista investigativa Nina Teicholz de Nova York, autora de "The Big Fat Surprise".
Agora, a acusadora pagará as custas deste processo caríssimo?

Low Carb Healthy Fat não é radical para pessoas saudáveis, apenas cuida com os carboidratos refinados. Todavia, em caso de diabetes II, há que se retirar os carboidratos com mais ênfase. Alimentação de alto carboidrato piora a saúde de pessoas resistentes à insulina, enquanto a restrição de carboidratos (não a retirada total) neste grupo traz benefícios.
Image may contain: 2 people, closeup
Outra vítima é o Dr. Gary Fettke, um cirurgião ortopedista da Tasmânia - Austrália (e não da Coreia do Norte). Foi proibido de se pronunciar sobre nutrição por "não" ser da área nutricional... Ortopedistas é que encaram as amputações causadas por complicações diabéticas.
Mordaça inquisicional! Médicos não devem falar sobre nutrição de vanguarda? Até quando vão espremer a verdade nutricional?  Quando mudarão as diretrizes?
Na Suécia, a oito anos atrás, a Dra. Dahlqvist foi investigada por conselhos semelhantes. Ela foi totalmente absolvida e a Suécia é hoje o país que mais apoia oficialmente a LCHF.
O segundo país será a África do Sul? Afinal, seu sistema judicial decidiu quase por unanimidade pela seguridade da Low Carb Healthy Fat e razoabilidade de indicação médica.