10.10.18

Você tem deficiência de celulose?

AQUI o texto original
Obviamente não somos deficientes em celulose, pois não digerimos esse polissacarídeo.
Em pequenas quantidades, como ocorre em vegetais verdes e frutos, é inofensiva, talvez modestamente benéfica. Mas não há necessidade de “suplementar” com comida industrial rica em fibras.
Fibra de celulose aumenta os movimentos intestinais, porém muito pouca é quebrada pela flora intestinal. 
Passa inerte, exercendo um efeito abrasivo prejudicial leve no delicado revestimento intestinal, quando consumida em grandes quantidades.
No caso dos grãos, os fragmentos de aglutinina de germe de trigo e peptídeo de gliadina são tóxicos para a parede intestinal, bloqueiam a função da vesícula biliar / pancreática e induzem alterações na microbiota. 
Celulose e fitatos ligam minerais, como ferro e zinco, e os tornam indisponíveis. A aparência de fezes volumosas, apesar do dano tóxico incorrido, faz-nos acreditar que é saudável. 
Fibras de celulose dos grãos não fornecem proteção contra o câncer de cólon, apesar da crença popular.
Há, no entanto, uma fibra prebiotica nos grãos: arabinoxilano. É indigesta para humanos, mas metabolizada pela flora intestinal. 
Como obtemos cerca de 9 gramas por dia dessa classe extremamente benéfica de fibras prebioticas que nutrem a microbiota, perder uns 3 gramas por dia de arabinoxilano por tirar os grãos, pode gerar constipação, desconforto abdominal, resultar em distorções metabólicas, como aumento da pressão sanguínea, açúcar no sangue e aumento do risco de câncer de cólon.
Então, se há uma fibra para substituir, é aumentar a ingestão de fibras prebioticas para 20 gramas por dia, adicionando batatas cruas, bananas verdes e pequenas porções de leguminosas (todavia, a flora maléfica também se nutrirá dessa fibra e poderá gerar superpopulação).
A microbiota metaboliza essas fibras, gerando subprodutos como o butirato, que reduzem a pressão sanguínea, a insulina e açúcar no sangue, aumentam o HDL, reduzem triglicerídeos e valores de LDL, melhoram o humor e reduzem a ansiedade, aprofundando o sono.