29.1.13

Um dia de férias!

Acordei costumeiramente às cinco, não mudo o cotidiano durante as férias. Esposo fez aquele café cheiroso enquanto eu arrumava a cama. Não pudemos beber - jejum para exames de rotina.
Para ele: Triglicerídios, colesterol e glicemia (daquele detalhado). Para mim, somente os dois primeiros. Fico "nos 80" em triglicerídios, todavia o colesterol estava "raspando", no ano passado. 
Fui à feira seis horas. Um verdadeiro breu devido ao horário de verão, nem enxergava as moedas; as abobrinhas pareciam brancas. A barraca do queijo "Minas" e das mangas baratas nem tinham sido montadas.
Me desloquei ao laboratório com a moto, peguei duas senhas; Esposo passou serviço aos funcionários e logo apareceu. Em 45 minutos eu tomava um golinho de café sem açúcar (lá mesmo).
Nos apartamos, fui à Diretoria de Ensino pedir "Certidão de Tempo de Serviço" - me mandaram a uma escola aqui perto, pois a que trabalhei (aqui na rua), agora é da Prefeitura.
Minha ex colega trabalha nesta escola (Loide - lindo nome). Aguardei-a até às nove, fiz uma solicitação de punho, protocolei. Levará vários meses, até ano, sendo que na Prefeitura (o meu outro cargo) saiu em dez dias!
Não faz mal, ainda não há tempo para me aposentar mesmo! Imagine quem deixa para última hora?
Ao sair, vi faxineiras da escola alvoroçadas. Um vizinho acabara de se suicidar com uma faca, dentro de casa. Havia quatro veículos oficiais nas imediações.  
Cheguei à oficina, muito serviço. Logo que deu uma brecha, voltei à feira na esquina, peguei o queijo e seis mangonas (enormes) por R$2,00. Darão sucos deliciosos. 
Subi para fazer um arroz fresquinho. Esposo sempre "bebe" a refeição e desce para que os funcionários saiam pros almoços deles. Tive uma saudade da Laura! Aquela do livro num post abaixo (Laura Ingalls Wilder). 
Peguei um livro dela e fui para o sofá (deveria estar ajudando o esposo). Adormeci uns vinte minutos após reler todo o capítulo de seu casamento. Acordei com um funcionário estacionando a moto barulhenta.
Treze horas! Desci voando e ninguém percebeu meu arroubo. A tarde transcorreu normalmente, com trabalho braçal em meio aos meninos do setor de pintura.
A vantagem do serviço braçal é que trabalha-se sonhando acordada. À tardinha, uma de minhas chefes ligou para passar o horário de sexta-feira: 7 h 30 às 11 h 30.
Eba! Melhor que o habitual (a partir de segunda), de 7 h às 12 h, já com os novos aluninhos. E assim vão-se as férias!
Uma "escola" no Nepal
Fonte: http://terraimunda.blogspot.com.br

12 comentários:

  1. Oi, Cristina!
    Poxa vida, acorda às 5 da matina???
    Eu nem me lembro quando acordei uma hora dessas, só se for pra ir ao banheiro e voltar pra cama.
    Menina, é muito cedo!
    Mas, sinceramente, pra mim não dá, tenho necessidade de dormir pelo menos 8 horas por noite e eu gosto de dormir tarde e acordar tarde também.
    Então as aulas já estão retornando?
    Pra você deve ser tranquilo começar a dar uma aula às 7 da matina, mas os aluninhos, ahh coitadinhos!
    Acho tão absurdo este horário no Brasil. Vi pela janela do quarto do hotel na Espanha, em Granada, um colégio que começava suas aulas diárias a partir das 9 da manhã, achei aquilo tão bom, pareceu-me tão mais justo para com os professores e alunos. A esta hora (7 da manhã) em alguns lugares ainda é bem escuro, fico com pena dos alunos sabe.
    um grande abraço carioca


    ResponderExcluir
  2. Interior, Beth, interior... Aqui todos estão acostumados a acordar cedo!
    Nas escolas daqui há dois turnos: Um das 7 h ao meio dia, o outro de 12 h 30 às 17 h 30. Na Europa, geralmente vão das 9h às 15 / 16 h numa só turma.
    Há professoras que têm dois empregos de 30 h cada, com meia hora entre uma escola e outra.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Salam, Cristina!

    amei sua narrativa, porque tem um quê poético.
    Acordar cedo é maravilhoso, pois somos "intensas" e temos muito a fazer, não é mesmo?
    No meu caso, há também algo que prezo muito, além de ver o sol nascer, as orações que acompanham o dia, claro!
    Boa saúde para você e seu marido!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. Grata, Denise!
    Isto sim é poético e transcendente, as maravilhosas orações com horário demarcado... Todo o Planeta se enche de bençãos.
    Outro abração.

    ResponderExcluir
  5. Venho agradecer sua visita ao meu blogue
    http://sinfoniaesol.wordpress.com
    Tive muito gosto em conhecer seu blogue.
    Férias é bom.
    Amiga voltarei sempre que possa. Espero(desejo)
    que nos visitemos com frequêcia.
    Um beijinho
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  6. Olá, Irene!
    Grata pela visita; espero também que possamos compartilhar nossa realidade tão distante (e agora próxima).
    Outro beijo do Brasil.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada pela referência ao meu blogue. Também gostei do seu.

    ResponderExcluir
  8. Eu que agradeço, Nadinha, adorei a foto original!
    Abraço do Brasil.

    ResponderExcluir
  9. Eu também acordo cedo Cristina, pois tenho uma galinha e um galo de estimação, quando ele canta pulo da cama para dar comida a eles. Acho que tudo flui com mais animo, quando acordo tarde parece que tudo fica atrasado, sei lá coisa de gente do mato mesmo, kkkkkkk. Minha avó dizia que era mais saudável acordar com as galinhas.
    Imagina ir na feira e encontrar tudo bem frasquinho, fiquei com invejinha de suas mangas.
    Linda narrativa. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, Verinha, aqui é assim!
      Esposo desce às 6 h para a firma ao lado, não posso deixar a desejar.
      Sou mais produtiva pela manhã, então aproveito.
      Outros beijos.

      Excluir
  10. Dia de movimento, rotinas, compromissos, tristezas alheias...uma prévia do fim, fim das férias.A turminha já está alvoroçada te esperando, Cris.

    Passei a semana com problemas na net.Fou um apuro conseguir postar. Eu volto com calma.Blanche me espera.
    Obrigada pelas palavras gentis lá no blog, colega.
    Bjkas e alegria/alegria.
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Escriba!
      Comi barriga em seu blog! Não havia visto que você já tinha participado do Projeto... Adorei a narrativa!
      Outros beijos felizes.

      Excluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.