7.5.14

Dodois

O meu Par está com fasceite plantar - a fáscia (na planta do pé) se inflama, de tanto o esporão de calcâneo cutucar. O esporão esquerdo é mais proeminente, contudo o direito é que inflama mais vezes (o Par é destro).
As causas do esporão e consequente inflamação são, por ordem: idade, esforço, peso corporal, formato do pé. A reforma "faztudo" no sítio agravou o problema, mas está na reta final.
O ortopedista aplica injeção no local e receita pomada; o fisioterapeuta fortalece a musculatura e estica a fáscia, todavia está inflamada e não dá prá esticar - a dor no dia seguinte é terrível (e o Par tem que tocar a oficina, comandando 6 colaboradores).
Eu percebi que o tendão de meu ombro esquerdo estava se inflamando (com dor moderada) e já entrei com anti inflamatório - a dois anos, aguardei demais e custou dois meses a desinflamar e parar de doer.
Estou dormindo apenas do lado direito a quinze dias, para não forçar, até que melhore totalmente; não quero facilitar e voltar a ter dor forte, quase incapacitante. Causa principal da tendinite: idade! É que com o passar das décadas, nossos tendões se encolhem, ficam rijos ou algo assim.
"Fiotão", tão novo e já está na quarta crise de labirintite, em três anos. A primeira foi aos 25 anos, quando fez bateria de exames neurológicos (tomografia e outros). Agora, nesta quarta crise, fará outros exames para tentar descobrir a causa da labirintite recorrente. 
Do nada, ele acorda vomitando, caindo pelo corredor, batendo cabeça, como se tentasse se equilibrar em pé sobre um touro mecânico. Geralmente em três dias pode voltar ao trabalho.
Na madrugada de segunda feira, me chamou, dizendo sobre a crise. O pai o levou ao plantão da Unimed, onde ficou no soro por horas - sozinho, pois o pai veio abrir a oficina e eu estava em aula. 
À tarde, eu e a namorada o levamos ao médico, que o encaixou. Ele ainda sem conseguir se alimentar, devido ao enjoo.
Agora já está melhor e amanhã volta ao trabalho, na fábrica de avionetas. Um colega o levará, pois não pode dirigir.
Fui até a fábrica levar a licença; "Fiotão" trabalha numa roça, após um milharal. O imenso hangar azul fica no aeroporto local.
No final de semana, a namorada o levará a São Carlos, onde faz especialização na escola de engenharia da USP (sexta à noite e sábado de manhã). Será bom para ela assistir as aulas, pois também faz engenharia.    
Imagem daqui

7 comentários:

  1. Salam, Cristina!]
    desejo a todos pronta reabilitação. Boas melhoras e muita saúde.
    In Shaa Allah!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Denise!
      Fico agradecida a ti. Eu e o filho estamos bem. O marido deve aprender a conviver com a dor e tentar amenizar os sintomas, pois a doença é degenerativa.

      Grande abraço procê.

      Excluir
  2. Nossa, Cristina... A bruxa está solta?
    A labirintite do seu filho pode ser por estresse ou mesmo por não se alimentar direito. Os jovens, mesmo com comida de qualidade perto deles, tendem a comer besteiras... Até infecção de garganta pode afetar o labirinto. Nessa região é tudo muito pertinho!
    Tenho um amigo de Portugal e se você quiser, te coloco em contato com ele. Pede para o seu marido colocar o pé para cima e descansar. Se estiver acima do peso, emagrecer e cuidar porque a pronação excessiva do pé pode levar à outras doenças, como a que acometeu o meu amigo que citei acima. Atualmente ele vive em uma cadeira de rodas e não completou 40 anos. No passado era um esportista e jamais poderia imaginar o que lhe ocorre agora.
    Não se pode brincar com doenças e pensar que pior não pode ficar. Se não tratar, fica pior!
    Cuidem-se!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luma!
      Não só a bruxa, conquanto o feiticeiro se soltaram por aqui.
      O filho aguarda exames, mas melhorou com a medicação. Talvez seja tudo isso junto: o estresse do trabalho e estudo; alimentação na fábrica; alergia respiratória que o acomete todo outono. O médico também falou numa síndrome, e indicará fisioterapia para colocar o "eixo" no lugar, estabilizar.
      Vou relatar ao marido sobre o seu amigo, é bom ele conhecer outros casos. O retorno dele ao ortopedista é no fim do mês e as fisioterapias continuam. Ele está acima do peso e não se esforça; trabalha o dia todo em pé e não fica no banquinho de quando em quando; a planta do pé é plana e já tem 52 anos. Preocupante.

      Fico grata,
      grandes beijos de cá.

      Excluir
  3. ~ Cris, ó Cris amiga, vê se arquitetas uma estratégia para conseguires que esse homem perca peso!
    ~ Reduz-lhe os hidratos de carbono e lípidos.
    ~ Esconde a chave do carro e obriga-o a andar de bicicleta!
    ~ Se fosse comigo, assustava-o!

    ~ Talvez sirva de pouco, mas é bom manter um bom meio asséptico dentro dos sapatos. O vinagre natural de vinho branco, é excelente e pode ser aromatizado com alecrim, tomilho ou canela. Depois de se pulverizar o interior e as palmilhas, devem ficar três dias a secar. ~ A pessoa deve ter três pares de sapatos a uso.
    ~ As meias devem ser de algodão puro e ficarem mergulhadas em água com vinagre durante 30 mn. antes de secarem ao sol.

    ~ Para ingerir, só conheço o chá de tomilho, óleo ou azeite aromatizado com esta aromática.
    ~ Para amenizar dores ou inflamações nos tendões, tenho uma pomada também à base desta planta.

    ~ ~ ~ Um abraço intercontinental. ~ ~ ~

    ResponderExcluir
  4. Ah, Majo... perder peso! Comecei dando o exemplo, e de nada valeu. Preparo tudo certinho o dia todo, contudo à noite ele toma cerveja - calórico demais, pois uma lata nem sempre lhe basta.
    Agora ele está melhor porque fez a segunda dose da injeção, no local. Vou conferir a pomada dele, se contém tomilho; usarei mais tomilho como tempero também.
    Quanto à assepsia, eu nunca tinha pensado nisso. Ele revesa apenas dois calçados, precisamos providenciar mais um. Usarei vinagre nas meias e farei o vinagre com tomilho para que ele mesmo higienize.
    Fiz uma lista de alimentos inflamatórios e anti-inflamatórios, pois a contaminação sanguínea é muito preocupante...
    Fico grata por suas preciosas orientações.

    Outro abraço sul-americano.

    ResponderExcluir

Desativado

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.