15.10.15

Doces

Reduzi drasticamente os doces industrializados (balas, pés de moleque, doce de leite) e estou reduzindo aos poucos os doces caseiros.
O arroz doce, apesar de delicioso, é inviável: mesmo com a saudável canela e açúcar mascavo, é cheio de lactose e amido. Esse eu fiz para levar a um almoço e foi dividido entre várias pessoas.
Esse, fiz para casa e acabei comendo demais, visto que Fiotão esteve fora. Agendado para apenas uma vez ao ano. 
Canjica também sofre do mesmo mal - duas vezes ao ano é suficiente.
Leite com café solúvel, canela, açúcar mascavo e chocolate em pó (puro) - aqui, falta o chocolate. Também reduzi drasticamente, deixando para algumas noites dos meses de inverno.
 Leite pronto com gostinho de garapa e canela. Muito bom, porém a lactose causa flatulência.
Doce de leite com açúcar mascavo e cascas de banana. Higienizo as cascas, vou congelando, bato com leite integral e faço o doce.  Quatro cascas dão uma pequena quantidade, suficiente para uma semana. Coloco sempre uma colher de chá com cúrcuma para ficar menos escuro. Esse continuarei fazendo em quantias moderadas.
Bolinhos integrais de banana e canela; abóbora madura e aveia, cenoura e fubá ou o que a imaginação ditar, sem leite na receita. 
Comprei a maquinhinha no inverno - dá para fazer pão de queijo, tortas salgadas, omeletinhos e até quibe assado. 
Sempre importante o uso das forminhas de papel para proteger a máquina. Uma fornada de 7 bolinhos fica pronta em dez minutos.
O bom é que podemos fazer receitas reduzidas, evitando desperdício. Faço sempre para Fiotão levar de lanche e para a rapaziada da oficina! Bom investimento.
Meu doce de abóbora com coco e açúcar mascavo não  pode sumir por muito tempo. Faço bem brando no açúcar. Uma empresa envasadora do município vende um açúcar mascavo mais clarinho.
Doce de melancia - com esse calorão, eu e filho atacamos a fruta (o Par não pode - muito doce). Higienizo e retiro a parte vermelha de antemão para comermos.
 Reservo a parte branca e verde, separo e ralo. Congelo a parte verde para fazer suco verde.
Na parte branca, acrescento coco ralado e açúcar mascavo. Deixo cozinhar em fogo brando até amolecer - cocada preta crocante.
Claro que a maior quantidade fica mesmo toda para o suco verde ou compostagem. O doce deve ser em pequenas porções.
Essa parte branca também é deliciosa nas saladas - parece pepino!
 Doce de abacaxi - quando acho a fruta em oferta, compro um a mais para um doce leve e suave.
 Pronto, com quantia inteligente de açúcar branco + mascavo, creme de leite e gelatina incolor.
 Com a casca faço suco; a compostagem vai prás plantinhas!
Suco de goiaba branca para o filho. Também adora suco de melão, melancia ou qualquer outra fruta, sempre com um mínimo de açúcar mascavo.
As maravilhosas goiabas brancas que aparecem todo ano em setembro. Já se foram... estamos consumindo agora as vermelhas.
Meu Par nunca gostou de doce, mesmo assim a glicemia é alta. A tal cervejinha pesa aí - carboidrato puro.